Reformados

maio/12

29

“A Palavra de Deus – suficiente e proveitosa”

Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
2 Timóteo 4:3,4

É em tal contexto que Paulo ordena a Timóteo “Pregar a Palavra” (4.2). Ele deve fazê-lo “a tempo e fora de tempo”, quer os tempos sejam favoráveis ou desfavoráveis. Essa é uma ordem notável e mui instrutiva para a nossa época. Você não consegue perceber o que Paulo está dizendo? Ele diz a Timóteo que a Escritura é útil e suficiente para equipar o ministro para “toda boa obra”. E depois adiciona que a Bíblia é suficiente, que ela é resposta, mesmo quando as pessoas rejeitam escutar o que a Bíblia diz!

Parafraseando, o que Paulo está dizendo a Timóteo é: “Tempos terríveis estão chegando, quando todos os tipos de pessoas perambularão pela terra e pela igreja. Quando isso acontecer, Timóteo, continue somente no que você tem aprendido e se torne convicto disso. Eu estou me referindo à Escritura que você tem conhecido desde quando era um bebê. Ela lhe conduzirá através desses tempos terríveis; ela assegurará sua fé em Deus e conservará santo o seu caráter. Além do mais essa mesma Bíblia funcionará como um equipamento adequado com o qual você pode ensinar e corrigir a outros. Ora, chegará o tempo em que as pessoas não desejarão ouvir o que a Bíblia tem para dizer. Porém, você deve pregar a Palavra de Deus, quer os tempos sejam favoráveis ou desfavoráveis. Mesmo quando o povo não aceitar escutar o que a Bíblia diz, pregue ainda mais – ‘seja moderado em tudo, suporte os sofrimentos, faça a obra de um evangelista, cumpra plenamente o teu ministério’ (4.5). Mesmo quando seu ministério de pregação não for bem recebido, apenas continue fazendo o que foi designado para você fazer”.

Mas Paulo não diz: “Se as pessoas rejeitarem escutar a pregação da Bíblia, então você deve se adaptar a elas, alcançando-as onde estão. Você deve diluir a mensagem de certa forma, para que você não as ofenda de pronto. Você deve tornar sua igreja amigável na busca de novos membros, de modo que mesmo aqueles que odeiam a Bíblia venham e se sintam confortáveis, e que até aqueles que reúnem mestres para si, os quais dizem o que aqueles querem ouvir, aceitarão a você de alguma maneira. Caso eles não gostem ada Bíblia, talvez você pode tornar seus sermões mais curtos, ou então não pregue de jeito nenhum. Talvez você pode tocar um tipo de música que eles apreciem. E se você oferecer um café dentro da igreja, então isso tornará a experiência com a igreja ainda mais agradável para as pessoas.

 Muitas igrejas têm se desviado do que o apóstolo prescreve. Ele diz: “Se as pessoas não querem ouvir a Bíblia, continue pregando-a. Cumpre todos os deveres do teu ministério”. A Bíblia é suficiente para todos – para ensinar crianças, para equipar ministros, e para confrontar apóstatas endurecidos e detratores hostis.

Vicent Cheung, Editora Monergismo, 2010, p.67

Tradução de Felipe Sabino de Araújo Neto

· · ·

Fechado para comentários.

<<

>>

Theme Design by devolux.nh2.me