Reformados

mai/12

9

Sobre o Evangelho segundo João

Esse é a parte 1 de 10 na série Estudo Bíblico: João

Introdução

Ah, o João. Quantas coisas interessantes há para se falar dele? Que estilo curioso ele tem de escrever e que assuntos interessantes ele escolheu! Iniciaremos, hoje, uma série de estudos sobre o Evangelho segundo o irmão João.

Para começar, João era um dos “boanerges”, os filhos do trovão. Ele e Tiago, seu irmão, eram impetuosos. Por isso ganharam esse apelido.

E a Tiago, filho de Zebedeu, e a João, irmão de Tiago, aos quais pôs o nome de Boanerges, que significa: Filhos do trovão;
— Marcos 3:17

Bíblia

E mandou mensageiros adiante de si; e, indo eles, entraram numa aldeia de samaritanos, para lhe prepararem pousada,
Mas não o receberam, porque o seu aspecto era como de quem ia a Jerusalém.
E os seus discípulos, Tiago e João, vendo isto, disseram: Senhor, queres que digamos que desça fogo do céu e os consuma, como Elias também fez?
— Lucas 9:52-54

Primeiramente, é curioso o destino de cada um desses irmãos. Tiago morreu cedo, enquanto João, segundo acredita-se, foi o último dos doze a morrer, e o único a morrer de velhice.

E por aquele mesmo tempo o rei Herodes estendeu as mãos sobre alguns da igreja, para os maltratar;
E matou à espada Tiago, irmão de João.
— Atos 12:1-2

João é, geralmente, “tardio”: entre os quatro evangelistas, ele é o último a escrever. Entre todos os livros da Bíblia, o Apocalipse foi o último a ser escrito.

Além disso, João tem um estilo muito peculiar de escrever. Eu costumo compará-lo com Daniel: você está lendo o Antigo Testamento e, de repente, depara-se com Daniel. A mudança de estilo é muito clara e perceptível. Da mesma maneira, João tem um estilo bastante singular. E não apenas a forma é singular, mas seu grego também lhe é bem característico.

Os quatro evangelhos

Vejam que interessante: os quatro evangelhos podem ser divididos em dois grupos: os evangelhos sinópticos e o evangelho segundo João.
Os evangelhos sinópticos (Mateus, Marcos e Lucas) são chamados assim porque você pode vê-los paralelamente e, no geral, todos seguirão de maneira uniforme. Todos focam, por exemplo, no ministério de Jesus na Galiléia.
Caso sua Bíblia apresente “referências” no início dos capítulos ou narrativas repare no seguinte: em qualquer dos evangelhos sinópticos (novamente: Mateus, Marcos e Lucas), haverá quase sempre uma porção de referências indicando os outros dois. Entretanto, dificilmente haverá uma referência apontando para João. Já no evangelho segundo João, quase não haverá referências. Isso faz sentido.

O evangelho segundo João

Ao invés de dar uma explanação geral sobre o livro de João, como é costumeiro em comentários bíblicos, quero recomendar-lhe, primeiramente, que releia o Evangelho segundo João. E, nessa leitura, sugiro que você repare em algumas coisas:

1) Jesus fala sobre coisas espirituais, mas os que estão ouvindo não as entendem, tentando interpretá-las carnalmente;

2) Há varios discursos longos de Jesus registrados. Muitos começam com “eu sou”;

3) Jesus movimenta-se entre Judéia e Galiléia e, por ocasião de “festa dos judeus”, vai até Jerusalém;

4) O propósito do livro não é relatar os acontecimentos em ordem cronológica perfeita;

5) A última semana antes da Crucificação ocupa cerca de 40% do livro.

Claro, há centenas de outros pontos que poderíamos destacar, mas não creio que seria útil tentar tê-los todos em mente ao ler. Durante o andamento da série falaremos mais sobre o livro em si.

Leia o evangelho segundo João enquanto o próximo post dessa série não é publicado. Ore para que o Senhor ilumine sua leitura e dedique tempo para alimentar-se com a leitura e alimentar-se com o estudo sério e dedicado.

Até!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 6.8/10 (5 votes cast)
Sobre o Evangelho segundo João, 6.8 out of 10 based on 5 ratings

Outros artigos na série Estudo Bíblico: João

Próximo: No princípio

·

Fechado para comentários.

<<

>>

Theme Design by devolux.nh2.me